curitiba # paraná # brasil +55 (41) 9925-2589
a a a
a a a E-MAIL MARKETING
a a a

E-MAIL MARKETING (SPAM)

O "e-mail marketing" é mesmo uma estratégia de comunicação muito eficaz, comprovada por pesquisas e estatísticas cujos dados crescem a cada período. Por este e outros motivos, cresce cada vez mais o interesse de micro, pequenas e médias empresas nesta poderosa ferramenta de marketing, visto que as grandes empresas já a utilizam amplamente.
A NOVO MODO COMUNICAÇÃO & MARKETING oferece um e-mail marketing diferenciado, baseado em resultados, tanto que oferece uma segunda campanha GRATUITA caso a primeira não traga resultados para a Empresa, está é nossa garantia de satisfação!

Oferecemos desde uma CAMPANHA ÚNICA até a CAMPANHA ANUAL SEGMENTADA.
 
  › › › CAMPANHA ÚNICA ‹ ‹ ‹

Criada e desenvolvida a partir de um interesse específico, personalizada, objetiva gerar negócios de forma eficaz, a partir de uma data comemorativa ou outro motivo particular da Empresa. Compreende três etapas básicas:
1) Levantamento e cadastro do público-alvo segmentado;
2) Criação da peça (e-mail marketing) a ser enviada;
3) Envio das mensagens direcionadas.
4) Estatística de recebimento das mensagens enviadas.
5) Relatório final contendo todas as informações referentes à campanha desenvolvida.
Por tratar-se de um serviço específico e personalizado, tem investimento a partir de R$ 200, seguindo de acordo com a dimensão da campanha.
 
  › › › CAMPANHA ANUAL SEGMENTADA ‹ ‹ ‹

A CAMPANHA ANUAL SEGMENTADA de e-mail marketing é planejada e desenvolvida tendo-se como base as DATAS COMEMORATIVAS do ano em curso. Assim, poderemos ter tantas 'peças' (e-mail marketing) quantas forem as datas a serem trabalhadas na campanha, de acordo com critérios como: o segmento de atuação da Empresa, o produto e/ou serviço oferecido, os objetivos a serem atingidos, enfim, a estratégia que melhor se adapte à eficácia da campanha.

As DATAS COMEMORATIVAS, no decorrer de um ano, vão desde as chamadas tradicionais (Carnaval, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia das Crianças, Natal, etc.) até aquelas dedicadas aos profissionais (Médicos, Dentistas, Advogados, Professores, Universitários, Engenheiros, etc.), dando assim a dimensão das possibilidades de se trabalhar a campanha ao longo de um ano.

Compreende as seguintes etapas:
1) Levantamento e cadastro do público-alvo segmentado, data a data;
2) Criação das peças (e-mail marketing) a serem enviadas em cada data selecionada;
3) Envio das mensagens direcionadas, segmentadas, nos respectivos prazos para as datas escolhidas;
4) Estatística de recebimento das mensagens enviadas;
5) Relatórios periódicos (a cada data) e final contendo todas as informações referentes a cada peça desenvolvida na campanha.
Por tratar-se de um serviço ainda mais específico, segmentado e personalizado, tem investimento a partir de:
› R$ 2.400 para seis datas ao longo do ano;
› R$ 4.200 para doze datas ao longo do ano;
› R$ 6.000 para vinte datas ao longo do ano;
Abaixo de seis datas ou acima de vinte, ou para campanha criada pela própria Empresa, investimento sob consulta.

› › › CURIOSIDADES DO E-MAIL MARKETING ‹ ‹ ‹

Muitos chegam ao e-mail marketing por motivos errados ou mesmo distorcidos. Estes, são alguns mitos do e-mail marketing. Ao adotar o e-mail marketing como parte da estratégia de comunicação de sua empresa, cuidado com alguns pensamentos que podem surgir antes, durante e depois da campanha:

- E-mail marketing é gratuito?
Não! Além do tempo investido para criar uma campanha eficaz, é importante utilizar um endereço de e-mail do domínio da empresa ao invés de um gratuito para gerar credibilidade. Para campanhas eficientes, não há como utilizar o Outlook, as ferramentas para o gerenciamento das campanhas, não são gratuitas. Se a opção for por um e-mail marketing em HTML, por exemplo, precisará de um profissional com conhecimentos específicos ou investir no aprendizado desta linguagem (caso não possua pessoal já capacitado). Apenas nesta análise superficial, já surgiram investimentos em tempo, softwares e mão de obra ou treinamentos.

- Fazer e-mail marketing é fácil?
Não! É necessário planejamento, conhecimento do mercado, do público alvo e requisitos técnicos (software, pessoal, estrutura física, etc.). Os cuidados com a elaboração de um e-mail marketing vão além de uma mensagem escrita para um amigo: linguagem adequada, revisão gramatical, atenção para as palavras com o potencial de SPAM, com o tamanho final da mensagem e acompanhamento dos resultados são apenas algumas das tarefas que tornam o desenvolvimento/gerenciamento de uma campanha, não tão simples assim.
 
  - E-mail marketing é SPAM?
Não! E-mail marketing é diferente de SPAM. O SPAM acontece quando a privacidade do usuário não é respeitada. Se ele não quiser receber seus e-mails, não insista. Se insistir, seu e-mail marketing vira SPAM com direito a constar na Lista Negra e Lixo Eletrônico da caixa postal do usuário. O e-mail marketing deve ser útil ao usuário, fornecer alguma informação que seja de seu interesse ou para demonstrar que sua empresa está/continua atenta às necessidades dele. Seu e-mail marketing não pode ser considerado SPAM quando estiver de acordo com o GUIA DE BOAS MANEIRAS para e-mail marketing da ABEMD (Associação Brasileira de Marketing Direto) .

- Devo colocar um Assunto "misterioso" para despertar a curiosidade do usuário em ler minha mensagem?
Não! O assunto de sua mensagem deve mesmo despertar o interesse do usuário para a leitura, mas nunca o deixando em dúvida sobre sua procedência ou confiabilidade. Não frustre o usuário dizendo uma coisa no assunto e falando sobre outra no corpo da mensagem. Aqui também vale tomar cuidado com o uso de certas palavras para não ser barrado pelos filtros antispam do servidor de e-mails do usuário e nem chegar a constar na caixa de entrada. Seja claro, objetivo e use as palavras-chave de sua campanha.

- O que importa é o número de destinatários: quanto mais, melhor?
Não! Na verdade, o que importa é a qualidade dos destinatários. É muito mais vantajoso você enviar um e-mail marketing a 100 usuários potenciais (que têm grandes probabilidades de se interessar por seu produto/serviço) do que enviá-lo para 1.000 usuários que não têm o perfil de seu público consumidor e, conseqüentemente, não terão interesse em seu produto/serviço. Por isso, em muitas vezes, as empresas não têm sucesso em campanhas de e-mail marketing que são enviados a listas de e-mail de procedência duvidosa. Muitos destes endereços já não são mais válidos, foram gerados aleatoriamente ou pertencem a pessoas que não têm o perfil de seu público-alvo. Este princípio de qualidade também é utilizado nas campanhas de links patrocinados: - quanto mais específicas forem as palavras-chave escolhidas, maior a probabilidade de o anúncio receber um clique de um usuário realmente interessado.

- Preciso usar e-mail marketing mesmo sendo uma empresa pequena?
Qualquer empresa, de qualquer porte, e até mesmo pessoas físicas podem e devem utilizar o e-mail marketing como ferramenta de comunicação. Toda empresa ou profissional liberal precisa estabelecer uma comunicação eficaz com seus potenciais clientes. Estes, por sua vez, após criarem vínculo com a empresa ou profissional, interessam-se em receber suas notificações. Este é um bom argumento para aqueles que afirmam que não podem fazer e-mail marketing porque não têm uma base de dados de usuários cadastrados: verifique todas as pessoas que entraram em contato com você ultimamente e pronto! Uma base de dados inicial já se formou. Apenas respeite a decisão posterior de cada um de continuar recebendo ou não suas mensagens.

- Se eu mandar e-mail marketing sempre, os consumidores vão fixar minha marca?
Depende da campanha que você criar. Existem promoções que exigem a participação constante do usuário, por exemplo, respondendo perguntas periodicamente. Este tipo de ação pode ser feita por e-mail. Mas... respeite a decisão do usuário de não mais fazer parte de sua base de dados e não mais receber suas mensagens. Se você ignorar um pedido de opt-out (descadastrar), o usuário vai fixar sua marca de um modo negativo e associar sua empresa à prática de SPAM.

- Nenhum usuário gosta de receber e-mail Marketing ou e-mail Marketing é chato...
Lembre-se que é você quem faz o e-mail marketing. Ele pode ser divertido, informativo, promocional e com diversas outras características que dependem de seu público-alvo e do objetivo da campanha. Uma vez que um cliente/usuário tenha estabelecido uma comunicação com a empresa, ele tem interesse em receber notificações para saber o que há de novo e o que mais pode lhe interessar. Esse tipo de ação contribui com a construção da marca, por isso, procure fazer com que o e-mail marketing reflita os princípios e conceitos da empresa. Se você percebe um volume anormal de opt-out ou ausência de retorno, é preciso rever sua campanha.

- Meus produtos não têm um perfil de venda por e-mail...
E quem disse que e-mail marketing serve apenas para vender produtos? Um dos objetivos do e-mail marketing é fazer com que o usuário continue "ligado" em sua marca. Para isso, você pode lançar mão de newsletters com informações sobre o mercado em que seu cliente atua, fazer pesquisas qualitativas, promoções, avisar sobre e enviar convites para eventos, escrever artigos sobre um tópico atual (sempre estabelecendo alguma conexão com sua empresa) etc. Não faltam motivos para contatos.

- O e-mail Marketing é a ferramenta com melhor relação custo-benefício?
Em termos gerais, sim. Porém, mais uma vez, o retorno depende do planejamento da campanha e até mesmo de oscilações do mercado. O e-mail marketing apresenta riscos como qualquer outra opção dentro do "mix" de comunicação da empresa. Claro que uma campanha, especialmente a de e-mail marketing, sempre é criada visando seu sucesso e caráter viral, mas o e-mail marketing não é uma solução infalível para todos os negócios, como de resto todo o marketing. Faz parte do planejamento de qualquer campanha de marketing, eletrônica ou não, avaliar os riscos em relação ao investimento e comparar com outros tipos de mídia.

Depois destes alertas, é importante que o empresário que opta pelo uso do e-mail marketing perceba que não existe uma receita única, o marketing se completa com um grupo de ações em conjunto.

O investimento depende da campanha a que se pretende, por isto é estritamente particular e requer orçamento exclusivo. Envie-nos sua solicitação através de nosso FORMULÁRIO DE CONTATO.

Uma coisa é certa: - O planejamento é necessário e independe do tamanho da campanha ou do número de destinatários, muito menos do tamanho da empresa que realiza seu marketing.
 
m e n u  
copyright ® 1996/2010 by NOVO MODO COMUNICAÇÃO & MARKETING - todos os direitos reservados